Google+ Followers

domingo, 31 de maio de 2009

Bate-papo Musicado da Casa da Música discute Desenvolvimento Sustentável

O Bate-papo Musicado, projeto realizado pela Casa da Música, espaço da Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB, acontece todas as sextas-feiras, com uma temática definida previamente ou escolhida de forma espontânea pelos participantes. Em comemoração da Semana do Meio Ambiente, a Casa da Música discute, na sexta-feira [05], às 14 horas, o seguinte tema: "Os Desafios do Desenvolvimento Sustentável: Uma Abordagem Local e Global", com a participação de Celina Alda, coordenadora de Agendas 21 e Aristides Junior, gestor interino da Agenda 21 de Itapuã. Sempre regados a música, já foram realizados retratos sonoros de Canudos, dos Malês, do baião, além de discussões de políticas públicas de radiodifusão, com a participação de Mario Sartorello, coordenador da Rádio Educadora, além da comemoração dos 100 anos de Cartola.

Bate Papo Musicado
Tema: Os Desafios do Desenvolvimento Sustentável: Uma Abordagem Local e Global
Participantes confirmados: Celina Alda, coordenadora de Agendas 21 e Aristides Junior, gestor interino da Agenda 21 de Itapuã, Alunos de Escolas Públicas da Região, Comunidade
Onde: Casa da Música - Abaeté
Quando: 05 de junho, a partir das 14h
Quanto: Grátis
Informações: (71) 3116-1511Realização: Casa da Música/ FUNCEB

sexta-feira, 29 de maio de 2009

QUAL A SUA VIBE? SAIBA ONDE IR NO FDS

Lala Carvalho - SEXTA NO EXTUDO ÀS 21:00 A cantora, acompanhada por Edu Fagundes (violão), Luciano Chaves (flauta transversal) e Jaime Nascimento (percussão), apresenta show com clássicos da MPB. Restaurante Extudo – R. Lídio Mesquita, 4, Rio Vermelho (3334-4669). R$ 5. Sexta, 21h.
Chita Fina - SÁBADO NO SESI (RIO VERMELHO) ÀS 22:00
Grupo formado por instrumentistas e cantoras residentes na Bahia, reafirma a diversidade da música brasileira, mostrando assim, que valorizar a canção de raiz é o mesmo que bater no peito e reafirmar-se, com orgulho, a "brasileirice". Rua: Borges dos Reis, Varanda do Sesi Rio Vermelho. Couvert: 10,00. Sábado, 30, a partir das 22h
Chico César - DOMINGO NA UCSAL (FEDERAÇÃO) ÀS 17:00 O cantor e compositor paraibano apresenta o show Francisco Forró e Frevo na 2ª edição do projeto Ucsal na Paz. Também se apresentam as bandas Pirigulino Babilake e Vinte Xote e um Galope. Ucsal - Campus Federação - Av. Cardeal da Silva, s/n (9634-1926). Ingresso: Trocado por uma lata de leite (400g). Domingo, 31, a partir das 17h.

terça-feira, 26 de maio de 2009

LUIZ GONZAGA – 20 ANOS DE SAUDADE

Em agosto de 1989, falecia Luiz Gonzaga do Nascimento, o grande músico também conhecido como Gonzagão ou Lua, maior expressão da música nordestina de todos os tempos, principal responsável pela popularização dos ritmos do Nordeste, verdadeiro embaixador da cultura popular do sertão nordestino Brasil afora. O evento “Luiz Gonzaga - 20 anos de saudade” surgiu da idéia dos produtores da Inffinitum Promoções e Eventos, em prestigiar o legado cultural deixado por Luiz Gonzaga, homenageando-o na ocasião em que se completam 20 anos de sua morte. A Inffinitum Promoções e Eventos, formada por alunos graduandos do Curso Superior em Gestão de Eventos da UNIFACS, atua desde a elaboração de projetos culturais e sociais até a sua execução. Seus serviços visam agregar valor ao mercado de eventos, com padrão de excelência e soluções inovadoras e personalizadas, fruto da sinergia de uma equipe de profissionais competentes, criativos e qualificados. O cenário para o evento será o Restaurante Grande Sertão, localizado próxima a orla de Salvador, na Rua Adelaide da Costa, 122, em frente ao Parque Costa Azul. O evento é voltado para um público ansioso por novidades, seja em cultura, música, arte, culinária ou dança, além de pequenas e médias empresas que desejam promover confraternização para os seus funcionários. O evento acontecerá no dia 03 de Junho, a partir das 18h. Iremos apresentar a trajetória de Luiz Gonzaga através do historiador musical e radialista Perfilino Neto, além de composições cantadas pela banda Jerimum Assado, grupo formado por 6 integrantes, que tem em comum o gosto pelo autêntico forró pé de serra. Tendo como patrono da banda Luiz Gonzaga, o rei do baião. A banda possui um repertório voltado para as influências de Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, João do Vale e Trio Nordestino. O show ainda contará com artistas convidados como: Joquinha Gonzaga ( sobrinho de Gonzaga e neto de Januário), Luizinho Calixto (foi aluno da escola de sanfona de Gonzaga em Pernambuco), Jô Miranda e Mosah (Brinquedo de Menina). Teremos ainda uma exposição iconográfica com vídeos, fotos e capas de discos de Luiz Gonzaga. Dançarinos farão uma apresentação dos ritmos regionais, além de muitas brincadeiras e brindes. Este evento conta com apoios de empresas como: MDS Representações, UNIFACS, Fazendão Material de Construção, Goya Material de Construção, Loja Peróla Negra, FUNCEB, Maxwell Corretora de Seguros, Stúdio Samuel Cerqueira, Haldrey Generoso Eventos Sociais e Coorporativos, Loja Boto Rosa e Janaina Costa Produções.
PROGRAMAÇÃO:
03 - Junho - 2009
18:00 - Abertura da exposição 20 Anos de Saudade com exibição de imagens e textos. 19:00 - Abertura oficial do evento com uma homenagem ao artista, apresentada pelo radialista e pesquisador musical Perfilino Neto. 19:30 – Início dos serviços do “Buffet” livre de comida nordestina com 49 variedades de pratos. 20:00 - Show de da banda Jerimum Assado, Joquinha Gonzaga, Luizinho Calixto e convidados. 21:00 - Interação com o público e sorteio dos brindes. 22:00 - Recadinhos de amor ao santo casamenteiro Santo Antônio. 22:30 - Encerramento com show pirotécnico.
PONTOS DE VENDA:
Restaurante Grande Sertão – Costa azul. Loja Peróla Negra – Vale do Canela – ao lado da UFBa de Belas Artes. Loja Boto Rosa – Shopping Pituba Sol. Prédio de aulas 09 UNIFACS – Av. Paralela.
* Valor do ingresso: R$ 35,00 com direito a buffet nordestino com 49 variedades de pratos.
RESPONSABILIDADE SOCIAL:
O evento trará desdobramentos na dimensão do marketing social. Promovendo um dia de Ação Cidadã, com atividades que proporcionarão diversão, cultura, informação, auto-estima e valorização social para as mães do bairro de Tancredo Neves, através de serviços que atendam algumas necessidades dessas mães carentes. A escolha por essa ação é uma forma também de homenagear o artista Luiz Gonzaga, que tanto respeitava e dedicava-se a sua mãe Santana, e a maneira pela qual ele amou e cantou para o povo humilde e sofrido do sertão. Esta ação contará com serviços de:
· Alunas do curso Superior em Gestão de Estética da UNIFACS –
limpeza facial e sorteio de tratamento corporal e facial completo a ser realizado na UNIFACS. · 01 técnico de enfermagem – medir pressão e glicemia. · 01 palestrante da SEPROMI (Secretaira de Promoção e Igualdade ) –
palestra sobre Exploração sexual e violência contra as mulheres. · 01 dentista - aplicação de flúor. · Distribuição de planilhas do orgão do estado SEPROMI –
abordando o tema da Lei Maria da Penha. · Distribuição de camisinhas. · Stand para orientação sobre Pré-Natal. · Orientação contra o câncer de mama, DST e AIDS e amamentação -
Palestra minsitrada pela Superintendente Ariane Carla da SPM. · Buffet com mesa de café da manhã. · Grupo de Teatro da Secretária de Saúde Pública –
Peça sobre os cuidados e prevenção contra Dengue. · Bingo com prêmios.
A Ação Cidadã acontecerá no dia 09 de Junho de 2009, a partir das 09 horas, com término previsto para as 16 horas na Associação de Moradores de Tancredo Neves.
CONTATOS: Patrícia Lima - Tels: 8785-0108/ 9257-5790 - mailto:pytty28@yahoo.com.br- Paulo Borges – 8890-1063 – pjesusneto@bol.com.br
Realização: empresa dos alunos da UNIFACS – Inffinitum Promoções e Eventos.

CURSO DE CULINÁRIA ALTERNATIVA

CLIQUE NA IMAGEM P/ AMPLIAR AS INFORMAÇÕES

DIA DE CELEBRAR HERANÇAS AFRICANAS!

Em comemoração a este assunto em evidência e de tamanha relevância, a Universidade do Estado da Bahia - UNEB, em parceria com outras instituições educacionais promovem o I Seminário Internacional Áfricas. Confiram: O I Seminário Internacional Áfricas: historiografia africana e ensino de história, é uma iniciativa da PPG/UNEB, CECAFRO/PUC/SP, Casa das Áfricas e NEAB/UDESC, com o apoio do CNPq, cujo objetivo é promover debates que problematizem a discussão sobre história da África na produção historiográfica contemporânea, o ensino da história do continente, e da diáspora. O evento contará com a presença de renomados pesquisadores com temas relacionados ao continente africano, dentre os quais destacam-se:
Prof. Dr. Dagoberto José Fonseca (UNESP) Prof. Dr. Acácio Almeida dos Santos (Casa das Áfricas/ PUC-SP) Prof. Dr. Aghi Bahi (Université de Cocody Costa do Marfim) Prof. Dr. Alain Kaly (UNICAMP) Prof. Dr. Boubacar Barry (Universidade Cheikh Anta Diop, Senegal) Prof. Dr. Carlos Serrano (USP) Prof. Dr. Elikia M’Bokolo (École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris) Prof. Me. Denílson Lessa dos Santos (UNEB) Prof. Dr. Jacques Depelchin (CEAO/UFBA) Prof. Me. Juvenal de Carvalho (UEFS) Prof. Dr. Kabengele Munanga (USP) Prof. Dr. Marcelo Bittencourt (UFF) Prof. Dra. Maria Antonieta Antonacci (PUC-SP) Profa. Dra. Maria Nazareth Fonseca (PUC-Minas) Profa. Dra. Patrícia Santos Schermman (UNIFESP) Prof. Dr. Paulino de Jesus Francisco Cardoso (UDESC) Prof. Dr. Salomão Jovino (Aruanda Mundi-arte, Cultura e Educação SC) Prof. Dr. Severino Ngoenha (Universidade Lousanne, Suiça) Profa. Me. Suely Santos Santana (UNEB) Prof. Dr. Simão Souindola (UNESCO/ROTA DOS ESCRAVOS) Prof. Dr. Wilson Roberto de Mattos (UNEB) O evento programado para os dias 28, 29 e 30/05 (os três turnos), acontecerá no Campus I da UNEB, Rua Silveira Martins, 2555, Cabula. Salvador-BA. As inscrições eram gratuitas e obeteve um resultado positivo, atingindo o número possível de pessoas no local.
SUCESSO E VIDA LONGA AO SEMINÁRIO, Saudações positivas!
Axé

sábado, 23 de maio de 2009

A CASA DE BENIN EM FESTA!

Prezados Leitores, A "Casa de Benin", convida toda comunidade baiana para brindar mais um ano de vida e resistência. Este ano, o convidado especial será Antônio Carlos dos Santos, popularmente conhecido como Vovô do Ilê. O Presidente e Fundador do maior bloco Afro de Salvador "Ilê Aiyê", relatará sua trajetória de vida. O evento será nesta Quarta-Feira (27/05/09), às 19:00, na Casa de Benin - Rua Padre Agostinho Gomes, 17, Pelourinho (Centro Histórico). Após o depoimento, os presentes celebarão a data especial com maravilhoso coquetel. NÃO DEIXE DE VISITAR: Exposições: 06 à 30 de maio “Manifestação do Ferro”. Escultura em ferro fundido. Representação do universo religioso de matriz africana. Artista: Claudio Bispo (Lucca). “Negritude:” Telas em óleo, representando figuras negras de expressões fortes e marcantes, evidenciando sobretudo a capacidade de superação deste povo. Artista: Elias Almeida Alves Junior. " Homenagem às Baianas" Exposição e distribuição de fotos . ( 14/05 á 29/05 das 12:00 ás 18:00 hs). Vale a pena lembrar que no térreo a Exposição é permanente. A Casa de Benin deseja contar com a sua preciosa presença. APAREÇAM!! Casa do Benim R: Padre Agostinho Gomes ,17 (Pelourinho). Fone:( 071)3241- 5679. E-mail:casadobenin@yahoo.com

quarta-feira, 20 de maio de 2009

LENDAS E CONTOS AFRICANOS

Um espetáculo que reúne música, dança e teatro Afro de maneira crítica e lúdica
Lendas e contos africanos, é um espetáculo que reúne música, dança e teatro de maneira crítica e lúdica, onde se pretende valorizar a cultura Africana, assim como, a religiosidade, a intolerância contra o povo de Santo e a desconstrução dos Mitos Africanos (Os Orixás). Através das personagens que são proporcionadas, o Grupo de Teatro Beje Erá, permite automaticamente que o público se identifique com a sua dança e cultura ali representada.
Profª Wanda Machado Doutoranda em Educação e especialista em História em companhia de Carlos Petrovich ator e dramaturgo, um dos fundadores da Companhia de Teatro dos Novos, escreveram os textos do espetáculo em parceria com o Grupo de Teatro Beje Erá, formado por jovens Apresendizes em Artes Cênicas das aulas de Teatro que são desenvolvidas pela Ong Beje Erá. A direção do espetáculo é assinada por Anativo Oliveira, e a Coreografia de Rejane Maia, atriz do bando de Teatro Olodum e integrante do grupo Ó Paí Ó.
SERVIÇO:
Período:
16,23 e 30 de Maio de 2009, às 17:00, sempre aos Sábados.
Ingressos:
R$ 5,00 ( Inteira ) e R$2,50 (p/ estudantes)
Local:
Sindicato dos Bancários Espaço Raul Seixas- Av. Sete de Setembro, Mercês, ao lado do Banco Real. Classificação: livre.
Maiores informações:
9159 9685 /8114 1341 - Anativo Oliveira

“QUEM NÃO SE COMUNICA, SE TRUMBICA”

Saber comunicar com inteligência e eficácia pode ser determinante para a conquista e a manutenção do emprego. Em quase todas as atividades cotidianas nós utilizamos a linguagem verbal (sonoridade das palavras) e corporal (gestos, posturas, sinais e símbolos) para que a comunicação seja entendida pelos receptores. Aprimorando a comunicação você adquire novas habilidades e competências profissionais: dar aulas, fazer palestras, atender, vender, negociar e liderar equipes. Na vida pessoal você melhora o relacionamento familiar, estimula a criatividade, eleva a autoestima, tornando-se mais atraente e admirado pelos amigos.
David Ogilvy, um dos maiores publicitários do mundo, afirmou: “comunicação não é o que nós falamos, mas o que as pessoas entendem”. Treinar, treinar e treinar! Você pode ler os melhores livros sobre oratória e comunicação verbal, porém, somente o treino será capaz de lhe proporcionar a segurança necessária para falar em público, em reuniões e demais situações do dia a dia. Relacionamos alguns exercícios para você praticar, levando em consideração os seus objetivos profissionais e a sua personalidade:
*Aprenda com os telejornais.
Grave os telejornais das principais emissoras e analise os detalhes: 1. Expressões faciais, gestos, posturas e olhares dos apresentadores, repórteres e entrevistados, diante das câmeras, que representam os telespectadores; 2. Volume, ritmo e inflexão da voz; 3. A clareza e objetividade da comunicação; 4. Uso dos recursos visuais e como eles complementam o que está sendo dito através da voz; 5. Como os apresentadores e repórteres se vestem e combinam as cores das roupas com as cores do cenário, penteado dos cabelos, maquiagem, iluminação e demais recursos; *Faça algumas adaptações e torne a sua comunicação interpessoal mais clara, objetiva e atraente. Como ler mais e melhor Para falar melhor, você necessita ampliar o seu vocabulário. Relacionamos algumas sugestões para estimular a sua leitura: · Dê preferência aos horários em que você estiver mais descansado e com maior capacidade de concentração; · Escolha um local confortável, boa iluminação e o maior silêncio possível (algumas pessoas conseguem ler com fundo musical); · Ao ler grande quantidade de páginas, faça uma primeira leitura de maneira superficial, assinalando os temas mais importantes. Em seguida, leia com mais atenção os temas escolhidos; · Assinale as palavras que não compreendeu, para posterior consulta ao dicionário. Concentre nas frases e no sentido mais amplo do texto; · Faça com que os seus olhos se movam constantemente para frente e evite que os mesmos retrocedam na leitura. Prossiga, mesmo que não tenha compreendido algumas palavras. Lá na frente entenderá o contexto em que elas foram empregadas; · Caso tenha filhos pequenos, leia estorinhas infantis, valorizando o tom de voz, o ritmo e volumes adequados. · Se você não tem hábito de leitura, seja persistente e não desanime; Melhorando a comunicação verbal e por escrito, desenvolvendo habilidades e competências que estejam em sintonia com a realidade do mercado de trabalho você terá mais chances de conquistar um novo emprego.
Fonte: www.ibahia.com
Copiem essas dicas e colem no seu mural de informações ou fotos (rs), exercitem diariamente e percebam como a comunicação bem trabalhada flui naturalmente e provoca bons resultados. EXPERIMENTE!

terça-feira, 19 de maio de 2009

POÉTICA DO CANCIONEIRO POPULAR

Diferente do que acontece com o cinema e outras artes, a música brasileira é reconhecidamente uma das melhores do mundo. Natural, então, que surjam documentários sobre gente como Vinicius de Morais, Tom Zé e Dorival Caymmi, sem falar nas abordagens amplas, filmes que se debruçaram sobre a bossa nova e até o forró. Poucos, entretanto, alcançam a excelência técnica e temática da estreia "Palavra (En)Cantada".
A fita é um projeto que teve origem na pesquisa do produtor Marcio Debellian, coautor do roteiro, que convidou a cineasta Helena Solberg (de "Vida de Menina" e "Carmen Miranda - Bananas is my business") para assinar a direção. A dupla construiu uma abordagem consistente a partir da proposta de examinar a poética do cancioneiro popular, confrontado compositores que transitam entre os dois mundos, da poesia e da música.
"Palavra (En)Cantada" traz muita música, mas principalmente falas. Vozes que avaliam suas próprias composições, contam casos de bastidores ou até mesmo falam de uma maneira mais ampla sobre os destinos da arte. Tom Zé, sempre com falas tão sérias quanto irônicas, diz coisas desconcertantes. Lembra que música foi um dia apenas algo para a elevação do espírito e que hoje toca a própria epiderme com batidas potentes. Chico Buarque, outro que contribui com falas das mais instigantes, chega a cogitar sobre a possível morte da canção. Sem lamentos, reflete sobre as consequências tecnológicas se impondo de uma maneira a substituir um jeito antigo de se compor e cantar. O filme traz ainda alegorias luminosas, o pernambucano Lenine fala de fonética, brinca com os sons das palavras. Seu conterrâneo Lirinha, do grupo Cordel do Fogo Encantado, trata também sobre forma, revelando a sua origem como compositor, inspirado na rima e, progressivamente, liberto dela. Muitos tratam da poesia propriamente dita, como Martinho da Vila, que conta como, nas suas palavras, converteu um poema em samba-enredo. O documentário também tem o cuidado de trazer falas de poetas, que tiveram seus trabalhos musicados. A presença de Antonio Cícero, por exemplo, é reveladora. Da mesma maneira, como José Miguel Wisnik enche o debate de luz e linhas de pensamento. O rol de depoimentos traz ainda Adriana Calcanhotto, Arnaldo Antunes, BNegão, Jorge Mautner, Maria Bethânia, Paulo César Pinheiro, Zélia Duncan e outros expoentes do cancioneiro popular não só falando, mas cantando, a partir de gravações intimistas, domésticas, colhidas pelas lentes dos fotógrafos Luís Abramo e Pedro Farkas.
A fita se mostra também reveladora ao trazer imagens raras da poetisa Hilda Hilst (pouco antes de sua morte) ao lado de Zeca Baleiro dando seus primeiros passos rumo a composição popular. Vinicius de Morais, Dorival Caymmi e Tom Jobim são evocados em preciosas cenas de arquivo e até, gente ainda viva, como Caetano Veloso, ressurge pinçada de um outro tempo. No caso do santo-amarense, em momento histórico, nos anos 1960.A montagem fluente garante uma impressionante unidade ao material, que conta ainda com uma primorosa finalização técnica. Som e imagem a serviço da palavra, da palavra cantada, da música e das ideias, constituindo um discurso-tese coerente e, para fazer jus ao título, “(en)cantador".
Por João Carlos Sampaio.

O SAMBA É UM DOM...

Caros Leitores,
BOAS NOVAS!!! É com grande entusiasmo que indico o musical "À VONTADE", dias 21 e 28/05, no TEATRO DO SESI - Rio Vermelho, às 21:00. O show autoral é do cantor e compositor Hamilton Hafif, que traz ao público o samba em alguns dos seus subgêneros, apresentando suas características, sua origem e seu estágio atual, destacando o autêntico samba de raiz a partir de letras e melodias
próprias.

SERVIÇO: Show "À Vontade" - Cantor/ Compositor Hamilton Hafif Teatro Sesi - Rio Vermelho Dias: 21 e 28 de Maio/09 - às 21:00h Informações: hafif23@gmail.com

segunda-feira, 18 de maio de 2009

A IMPORTÂNCIA DA LUDICIDADE... PARTICIPE!

Você primeiro conta como é a sua brincadeira e, depois, aprende várias outras maneiras de garantir a diversão!
A Folhinha, jornal semanal para crianças da Folha de São Paulo, tá de brincadeira e, por isso, decidiu montar o Mapa do Brincar. Isso para descobrir como andam se divertindo meninos e meninas de norte a sul do Brasil.
Então, para participar do Mapa do Brincar, você só precisa contar direitinho como são suas brincadeiras e mandar para a Folhinha até o dia 3 de julho.
Para participar acesse:

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Apresento-lhes mais novidades do universo da música...

Se a Bahia é mesmo a terra da diversidade cultural, como tanto se alardeia por aí, alguém esqueceu de avisar aos empresários do ramo. Pelo menos, essa é a sensação da cantora paranaense (residente na cidade desde 2004) Michele Moreno, que abriu nesta quarta(6/05), uma temporada de shows no Teatro Gamboa Nova.

Essencialmente de MPB, o show da moça, intitulado Bênçãos & Amores, traz composições autorais e versões exclusivas para: Este Seu Olhar (Tom Jobim), Samba do Grande Amor (Chico Buarque), Tive Razão (Seu Jorge) e Avesso (Jorge Vercilo).

Após um breve período trabalhando como backing vocal para o grupo Terra Samba, Michele resolveu seguir adiante fazendo o que gosta, mas, encontra dificuldades numa cidade que parece pequena para quem almeja conseguir dar passos maiores. "Aqui é bem difícil para uma artista ainda anônima, a maior dificuldade é gravar CD. Sendo assim, vamos lançar o nosso projeto nos editais de incentivo à cultura, que é uma das únicas vias para os músicos gravarem seu trabalho. A verdade é que os espaços para MPB em Salvador são muito poucos. E os que têm são sempre muito concorridos, então é complicado", constata. Michele, porém, não desanima, e segue cantando e compondo canções como Minha Sede, Era Tarde e Ele Não Me Olha."O que me inspira são as pequenas coisas do cotidiano, coisas que eu vi ou vivi ou mesmo li em algum lugar e ficam na cabeça, e a gente incorpora e depois em algum momento, a gente externa", revela. No palco, ela é acompanhada por César Túlio (teclados), Chico Oliveira (guitarra), Ricardo Sibalde (sax e flauta), Jorge Brasil (bateria) e Alexandre Montenegro (baixo). Serviço Evento: Show Michele Moreno Dia/Hora: Toda quarta-feira de maio, às 20h Local: Teatro Ganboa Nova - Rua Gamboa de Cima, nº3, Aflitos Ingresso: R$ 5 Informações: (71) 3329-1418

Novo projeto musical...

CHITA FINA
Formado por instrumentistas e cantoras residentes na Bahia, Grupo Chita Fina reafirma a diversidade da música brasileira.
Sete meninas "baianas” foram buscar inspiração musical na chita, que durante séculos cobriu o corpo de trabalhadores rurais, senhoras e mocinhas do interior. Hoje, cultuado no cobiçado mundo da moda e do design, o tecido de algodão com desenhos florais é símbolo para o Grupo Chita Fina expressar a diversidade cultural do país. O trabalho finca a identidade na riqueza da cultura popular brasileira.
Inspiradas em sons do Recôncavo baiano (Roberto Mendes, Roque Ferreira), do samba-rock (Jorge Ben Jor, Wilson Simonal), do samba de primeira (Noel Rosa, Adoniran Barbosa, Cartola) e da MPB (Chico Buarque, João Bosco, Nelson Gonçalves), Neila Alcântara, Poliana Coelho, Isabela Rego, Marilia Sodré, Erica Sá, Ingrid Steinhagen e Tacila Almeida unem experiências e linguagens numa proposta musical genuinamente brasileira. Juntas, mostram que valorizar a canção de raiz é o mesmo que bater no peito e reafirmar-se, com orgulho, a "brasileirice".

terça-feira, 12 de maio de 2009

TRILHA SONORA...

CANTO IN VERSO "EM CENA"Integrando poesia e música, o grupo Canto in Verso une a cantora Dora Bahiana e o poeta José Abbade ao violonista e compositor Marcelo Issa em um projeto artístico único em Salvador. Sob direção musical de Marcelo e acompanhados do percussionista Hermógenes Araújo, o Canto In Verso apresenta canções de grandes nomes da MPB e de novos compositores costuradas a poemas de Cecília Meirelles, Fernando Pessoa, Drummond, dentre outros medalhões, junto com alguns inéditos. O espetáculo passeia por diversos temas como amor, humor, auto-estima, reflexão e responsabilidade social. A apresentação da poesia de forma coloquial aproxima o público do dizer poético e da Literatura que é embalada pelos acordes da música popular brasileira.

SERVIÇO Evento: Canto in verso Data: 14/5/2009 Local:Teatro Vila Velha Endereço: Av. Sete de Setembro , s/n Passeio Público Horário: 20h Ingressos: no localValor: R$16 (inteira)/R$8 (meia) Mais Informações: www.myspace.com/cantoinverso

segunda-feira, 11 de maio de 2009

TRILHA SONORA...

TEMPORADA DE SHOW - EMERSON CABRAL
Emerson Almeida Cabral, para alguns Emerson AC, ou simplesmente Emerson. Neto do Maestro João Bahia, desde pequeno aprendeu a tocar cavaquinho e violão com o avô, mais tarde se dedicou ao violão nas oficinas da escola de música da Universidade Federal da Bahia - UFBA, e ainda adolescente se jogava nos bares, festas e festivais da cidade de Salvador tocando de tudo um pouco rock, reggae, mpb... No início dos anos 90 toca no carnaval de Salvador nos palcos de bairro da OMB/Sindimusicos, e no bloco 'As Muquiranas' com a banda 'Luz e Cor'. Insatisfeito com a qualidade da música que era obrigado a tocar, deu um tempo no ramo e foi se dedicar ao estudo do Direito, também pela UFBA, onde posteriormente se especializou em Processo Civil. Atualmente se dedica ao Direito Autoral e às Leis de Incentivo à Cultura, prestando assessoria a quase todas as produtoras de arte e cultura da Bahia, ao Mercado Cultural, ao FIAC, ao MAM, ao Vila Velha, à Fundação OndAzul, à Fundação Pierre Verger, entre outras organizações. Durante todo este tempo, nunca abandonou o estudo da harmonia e as composições, acumulando um repertório de várias dezenas de canções. Em 2006 gravou algumas destas canções acompanhado por grandes nomes da MPB baiana: Xangai, Luis Caldas, Gerônimo, Roberto Mendes, Targino Gondim, Tuzé de Abreu, Maestro Fred Dantas e outros mestres. Todas canções estão incluídas em seu primeiro CD independente "Opus n.º 01", que ainda este ano deverá ser lançado. Nesta temporada na Casa da Mãe, que fica localizada no bairro do Rio Vermelho, bem em frente à casa de Yemanjá (de onde saem os presentes dia 2° de Fevereiro), ele se inspira na serenidade da Mãe das àguas e toca exclusivamente suas composições, que passeiam por vários ritmos da música popular, acompanhado da MPB (Micro Power Band), seus companheiros de trabalho são: André Luba no baixo, Dito Gomes na bateria e Jelber Oliveira no piano e sanfona.
A transpiração musical do Emerson é garantia de um programa legal para as Quintas de maio. Afinal de contas, quem não deseja, uma boa música, bem tocada, cerveja estupidamente gelada, deliciosa culinária do recôncavo (especialidade da Casa da Mãe), e um público formador de opinião disposto a ouvir música de qualidade? Realmente torna-se um programa indispensável!
SERVIÇO
Temporada de Show: Emerson Cabral
Quando: Quintas de Maio às 21:00h
Onde: Espaço Cultural "Casa da Mãe" - Rio Vermelho
Couvert: 7,00
Informações e Reservas: (71) 33343041 / 96016616 / 87317228

II OFICINA DE PRODUÇÃO TEATRAL

{Clique na imagem p/ ampliar informações}

quinta-feira, 7 de maio de 2009

- SEMANA NACIONAL DOS MUSEUS -

Confiram na íntegra a programação do Palacete das Artes, para a Semana Nacional dos Museus, que ocorre entre 17 e 23, de Maio:

  • Dia 17 de maio (domingo)

10h.: Ritos, Sentidos e Memórias: oficina de teatro para a Terceira Idade; 11h.: Palestra: A filosofia do turismo na contemporaneidade; 14h.: Visitas Monitoradas: Um passeio por *Walter Firmo em Preto e Branco, das 14 às 18 h. *Para comemorar os cinqüenta anos de vida fotográfica de um dos maiores fotógrafos do Brasil, Walter Firmo, o Palacete das Artes abre o seu Salão de Arte Contemporânea e exibe 70 fotogramas, na mostra “Walter Firmo em Preto e Branco”. A mostra permanece no local até o dia 31 de Maio (visitação: Terça à Domingo).

  • Dia 18 de maio (segunda-feira)
10h.: Visita Monitorada;
11h.: Projeto Re-lendo - Escolas previamente agendadas;
14h.: Repete-se toda programação da manhã;
19h.: Cinema Baiano: mostra em comemoração aos 50 anos do cinema feito na Bahia: A Grande Feira; 1961; direção Roberto Pires.
  • 19 de maio (terça-feira)
10h.: Visita Monitorada;
11h.: Projeto Re-lendo - Escolas previamente agendadas;
14h.: Repete-se toda programação da manhã;
17:30.: Camerata OSBA;
19h.: Cinema Baiano: mostra em comemoração aos 50 anos do cinema feito na Bahia: Tocaia no Asfalto; 1962; direção Roberto Pires.
  • 20 de maio (quarta-feira)
10h.:Visita Monitorada;
11h.: Projeto Re-lendo Rodin - Escolas previamente agendadas;
14h.: Repete-se toda programação da manhã;
19h.: Cinema Baiano: mostra em comemoração aos 50 anos do cinema feito na Bahia: Deus e O Diabo na Terra do Sol; 1964; Glauber Rocha.
  • 21 de maio (quinta-feira)
10h.: Visita Monitorada;
11h.: Projeto Re-lendo Rodin – Escolas previamente agendadas;
14h.: Repete-se toda programação da manhã;
19h.: Cinema Baiano: mostra em comemoração aos 50 anos do cinema feito na Bahia: Metereorango Kid, o herói intergalático; 1969; direção André Luiz Oliveira.
  • 22 de maio (sexta-feira)
10h.: Visita Monitorada;
11h.: Projeto Re-lendo Rodin – Escolas previamente agendadas;
14h.: Repete-se toda programação da manhã;
19h.: Cinema Baiano - Palestra : O cinema baiano sob o olhar de André Setaro.
20h40min.: Projeção do filme: Eu me lembro; 2005; direção Edgard Navarro.
  • 23 de maio (sábado)
9h.: Conhecendo a cidade a partir do Palacete das Artes;
10h.: Ritos, Sentidos e Memórias;
11h.: Uma reflexão acerca do uso do patrimônio cultural pelo turismo;
18h.: Apresentação de Música Popular Brasileira (Chorinho).
Todas as atividades realizadas no Palacete das Artes Rodin Bahia são gratuitas.
INFORMAÇÕES:
Palacete das Artes Rodin Bahia - Núcleo de Comunicação.
Rua da Graça, 284. CEP: 40150-055. Salvador-BA
tel: 71- 3117-6986 / 71 9976-8321

terça-feira, 5 de maio de 2009

TRILHA SONORA...

JULIANA RIBEIRO LANÇA EP HOMÔNIMO

Após nove anos de carreira, Juliana Ribeiro lança seu primeiro trabalho solo no formato EP (Extended Play), traduzindo sua pesquisa sobre a trajetória do samba e da música popular. As seis canções gravadas são: “Beira de Maré” e “Quem Vê?” de sua autoria em parceria com Tito Fukunaga e Gil Meireles; “Isto é Bom” de Xisto Bahia; “Ascendo o Luar” de Tito Fukunaga e Marcos Sampaio; “Lição de Vida” de Reginaldo Souza e “Batuque na Cozinha” de Martinho da Vila e João da Baiana, e fazem parte do seu mais novo show que será estreado no Teatro SESI – Rio Vermelho.

Os shows de lançamento acontecerão nos dias 08, 15 e 22 de maio (sextas-feiras), sempre às 21h. Os apreciadores poderão adquirir o EP no local.

Juliana será acompanhada por Cássio Nobre na viola Machete e violão de sete cordas, Geovana Franco no banjo e cavaquinho, pelos flautista Tito Fukunaga e os percussionistas Alan São Ricardo e Ricardo Hardmann.

A ARTISTA E O NOVO SHOW: Cantora que vem se projetando no cenário soteropolitano pela grande extensão vocal e timbragem marcante, Juliana Ribeiro foi indicada ao troféu Caymmi 2007 na categoria Cantora Revelação e é filha da capital baiana. Historiadora e mestranda da Faculdade de Comunicação da UFBA no Programa Multidisciplinar em Cultura e Sociedade, a cantora, compositora e pesquisadora Juliana Ribeiro vem focando sua carreira musical na história do samba e suas variações rítmicas como o Lundu, Batuque, Maxixe, Sembas angolanos, Samba-de-Umbigada, entre outros estilos. Neste show, sua grande inspiração é Clementina de Jesus, trazendo para o palco os Vissungos - cânticos dos escravos do sudeste brasileiro, gravados pela primeira vez por “Quelé”, além de Jongos da Serrinha. Sua marca registrada não poderia faltar, assim, novas histórias sobre a trajetória do samba, passagens memoráveis de compositores que marcaram a música popular serão contadas e encenadas tornando o espetáculo ainda mais interessante. Com inclinações artísticas desde cedo, a artista possui formação técnica em canto lírico na UFBA e foi aluna especial da UNICAMP- SP na Faculdade de Canto Popular. Já integrou grupos musicais como a Zaccatimuana, onde criou o conceito MCB (Música Cultural Brasileira), A Quadra de Samba, dedicada ao estudo do Samba-de-Roda do Recôncavo Baiano e o Quarteto Lucaia que tem como marca o jazz e o improviso. Já se apresentou nos teatros Castro Alves, Sesi, Isba, Sesc-Senac, Módulo, Gamboa Nova, Pelourinho, Solar Boa Vista, Vila Velha e nas casas de espetáculo Tom do Sabor e Varanda do Sesi em Salvador e nas casas Deck Souzas, Tonico´s Boteco e Empório do Nôno em Campinas-SP, além da participações em vários eventos. * Contato Assessoria de Juliana Ribeiro: comunicajulianaribeiro@gmail.com

SERVIÇO: O QUE É? Lançamento do EP de Juliana Ribeiro ONDE? Teatro do Sesi, Rua Borges dos Reis, 9, Rio Vermelho QUANDO? 08, 15 e 22 de maio QUE HORAS? 21h QUANTO? R$ 20,00 inteira e R$10,00 meia ____________________________________________ 04/05/09 (Segunda-Feira), às 19:30, no Teatro Sesi do Rio Vermelho, artistas, produtores e formadores de opinião puderam desfrutar do lançamento do EP de Juliana Ribeiro. Neste evento, os presentes sentiram a força e coerência musical apresentada pela artista. Acompanho a carreira de Juliana algum tempo e ontem percebi como ela está madura, realizada profissionalmente e cheia de brilho. Me alegra saber que existem na Bahia bons produtos musicais, isso só aquece minha alma para continuar pulsando o sentido de "PRODUZIR". Vida longa à Juliana Ribeiro, axé!

"QUEM NÃO VIU VAI VER A ONDA DO MAR CRESCER"

sábado, 2 de maio de 2009

CURSO DE PINTURA

A Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia oferece a partir do mês de maio os Cursos de Extensão: Pintura I – Iniciantes e Pintura II – Avançado. Os cursos serão Coordenados pelo Prof. Luiz Mário Freire e terão a duração de oito meses. Os cursos são direcionados a jovens dos 14 aos 80 anos e buscam sensibilizar e possibilitar ao aluno o conhecimento das técnicas de pintura, desde o desenho com lápis preto, de cor, pastel seco e óleo, até as tintas aquarela, guache, óleo e acrílico sobre suportes adequados e temas selecionados.
O que:
Curso de Extensão Pintura I – Iniciantes Curso de Extensão Pintura II – Avançado
Quando:
Pintura I – 8:30 às 11:30hs – sextas feiras, de 08 de maio a dezembro de 2009 Pintura II – 14:30 às 17:30hs – sextas-feiras, de 15 de maio a dezembro de 2009
Local:
Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia – Rua Araújo Pinho, 212 – Canela – Sala 15
Investimento:
Comunidade Externa – R$ 180,00 mensais Comunidade Interna- R$ 100,00 mensais
Informações: Núcleo de Extensão EBA – 3283-7917
VAGAS LIMITADAS