Google+ Followers

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Joyce - De volta aos palcos nacionais!

(Joyce)
Tempo para cantar, ouvir, comer, digerir o turbilhão de informações à nossa volta e dentro de nós mesmos. Tempo de respeitar o tempo, o som e o silêncio. Com toda a coerência e talento acumulados em extensa carreira "de fora e de dentro", Joyce Moreno faz duas curtas temporadas no Tom Jazz em janeiro e fevereiro com o show Slow Music.
No repertório, as canções eleitas para este momento especial: Slow Music (Joyce Moreno/ Robin Meloy Goldsby), Amor, Amor (Sueli Costa/ Cacaso), Medo de Amar (Vinicius de Moraes), Essa Tarde Vi Llover (Armando Manzanero), Convince Me (Joyce Moreno/ Robin Meloy Goldsby), Nova Ilusão (Zé Menezes/ Luis Bittencourt), Samba do Grande Amor (Chico Buarque), O Amor É Chama (Marcos Valle/ Paulo Sergio Valle), But Beautiful (J. Burke/ J. Van Heusen), Olhos Negros (Johnny Alf/ Ronaldo Bastos), Sobras da Partilha (Joyce Moreno/ P C Pinheiro) e Valsa do Pequeno Amor (Joyce Moreno).
"Artistas passam a vida tentando dominar seus instrumentos. Joyce há muito dominou o seu - e, ao contrário do que se pensa, este não é apenas sua voz e seu violão. O instrumento de Joyce é a mulher que ela é. Um instrumento de cordas, cada qual esticada na tensão exata: a sensibilidade, a coragem, a competência, o humor e o indispensável talento. A coerência é a corda do centro - Joyce não apenas nasceu mulher, como optou por ser mulher. Tudo que já cantou, compôs e viveu tem sido marcado por essa condição que, na música brasileira, ela foi a primeira a assumir, e na primeira pessoa. Como cantora, violonista, compositora, letrista, escritora (autora de um livro delicioso, "Fotografei Você na Minha Rolleiflex") e ser humano, seu material é o universo feminino - o qual, por definição, interessa muito aos melhores homens. Joyce não é uma artista sentada nas nuvens, falando de abstrações. É uma mulher que "com respeito e sacanagem", como diria ela, fala em termos universais. E tão universais que, sem abrir mão de ser, ainda por cima, tão brasileira e carioca (com a bossa, a ginga e o savoir-faire da categoria), conquistou o seu mercado no Japão, na Europa e nos Estados Unidos e agora volta ao Brasil com toda sua bossa nova e jazz.
Categoria: Show
Quando: 31/01/2010 - às 20:30
Gênero: MPB
Local: Tom Jazz
Cidade: São Paulo - SP
Endereço: Av. Angélica, 2331 - Consolação
Esperamos pelo seu show em SALVADOR!!!!

Compartilhando Cordel - Prof° Antônio Barreto

Clica no cordel acima e cante com o Prof° Antônio Barreto!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

SOLTA A VOZ:

A "ESCOLA BAIANA DE CANTO POPULAR" coordenada pela cantora e professora de canto Ana Paula Albuquerque abre inscrições para o ano de 2010. Alimente o seu sonho de alinhar a voz e solta-la sem medo!
Informações: 3494-3023

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Clécia Queiroz no Pelourinho

O Pelourinho Cultural tem o prazer de apresentar o show de samba do ano "SAMBA DE ROQUE". A cantora e compositora baiana CLÉCIA QUEIROZ tem o prazer de homenagear em show e cd Roque Ferreira - grande compositor de samba-de-roda do recôncavo banaino.
ESPERAMOS POR VOCÊ:
Show "SAMBA DE ROQUE"
Dia 26/01/10 (terça-feira)
Praça Pedro Arcanjp - Pelourinho
Grátis.

Informações e Produção: Janaina Costa - 88329352

Segunda tem SAMBA NA IGREJA!

Parabéns ao Samba da Igreja que vem valorizando o Espaço Cultural da Barroquinha, em Salvador, que é de fato um lugar encantador! Quem ainda não teve a oportunidade de sambar com SANDRA SIMÕES - MAZZO GUIMARÃES e seus convidados, aproveite mais essa oportunidade! Força e que em 2010 muitos outros parceiros e amigos juntem-se ao projeto. "NÃO DEIXEM O SAMBA MORRER"

Feira das Artes - 23 e 24/01

Click no banner acima.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Caixa lança campanha para ajudar as vítimas do Haiti

Ação humanitária mobilizará 112 mil colaboradores do banco
A Caixa Econômica Federal lançou na tarde desta sexta-feira (15) uma campanha de ajuda às vítimas do terremoto no Haiti. O primeiro depósito na conta aberta especialmente para as doações foi realizado na Agência Capital, em Brasília (DF), com a presença da presidenta do banco, Maria Fernanda Ramos Coelho, e o representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Eduardo Gutierrez. Os dados da conta para doação são: Agência 0647, Operação 003, Conta: 600-1 em nome do PNUD – Haiti. Não existe valor mínimo para as doações.
A campanha envolverá 112 mil colaboradores da CAIXA, entre eles 81 mil empregados da ativa, aposentados, prestadores e parceiros indiretos. Além disso, o banco realizará uma campanha integrada em todos os seus canais de comunicação. Entre eles, banner no sítio www.caixa.gov.br, cartazes e avisos nas agências, mensagens na tela nos pontos de autoatendimento e nos terminais do Banco 24h. A CAIXA também realizará uma campanha interna para seus empregados, com mensagens em jornal interno, informes e descanso de tela de computadores.
Para a presidenta do banco, Maria Fernanda Ramos Coelho, “esta ação da CAIXA evidencia o espírito solidário dos nossos empregados, como já tivemos em Santa Catarina, Maranhão e no Ceará”. Ela também se solidarizou com as famílias das vítimas. “Quero hipotecar todo meu sentimento às famílias das vítimas dos terremotos no Haiti, especialmente à família de Zilda Arns”, disse.
O representante do PNUD, Eduardo Gutierrez, analisa que esta ação de solidariedade é um reflexo da posição de liderança que o Brasil ocupa junto às grandes nações da América do Norte e da Europa. “Uma mobilização tão grande no Brasil não seria imaginável há 20 anos. O Brasil se une aos países líderes”, afirmou.
Os depósitos podem ser realizados em toda a rede da CAIXA, que é composta por 2.085 agências, 483 postos de atendimento bancário, 1.199 postos de atendimento eletrônico, 13.779 correspondentes não lotéricos, 10.226 casas lotéricas, 19.332 pontos de autoatendimento e mais 324 equipamentos em 92 salas de autoatendimento não contíguas, além da rede do Banco 24Horas, com 7.300 pontos, à qual a CAIXA também é associada.
As doações serão encaminhadas para o Programa Mundial de Alimentação (PMA) da Organização das Nações Unidas (ONU) e para o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assistência Humanitária (OCHA, sigla em inglês).

Informações para doação
Banco: Caixa Econômica Federal Agência: 0647 Operação: 003 Conta: 600-1

Fonte: Econômica Federal Assessoria de Imprensa www.caixa.gov.br

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

VEM VER E VEJA: TEATRO EM SALVADOR

Cabaré da Rrrrraça - Bando de Teatro Olodum apresenta peça que levanta discussões bem humoradas sobre negritude, racismo e a participação do negro no mercado de consumo, por meio de personagens que já caíram no gosto popular, como o Patrocinado, a cantora Flávia Karine e o Super Negão. Teatro Vila Velha – Passeio Público, s/n, Campo Grande (3083-4607). R$ 20 e R$ 10. Sexta, 20h. Até 22 de janeiro.
Áfricas - Direção: Chica Carelli. Direção musical: Jarbas Bittencourt. Coreografia: Zebrinha. Com: Bando de Teatro Olodum. Canto, dança, poesia e história falam sobre os contos e lendas do continente africano. Teatro Vila Velha – Passeio Público, s/n, Campo Grande (3083-4607). R$ 20 e R$ 10. Sáb e dom, 16h. Até 24 de janeiro.
Fernando Pessoa - Direção e atuação: Marcos Machado. Monólogo faz releitura da vida e da obra do poeta português. Ciranda Café, Cultura & Artes – R. Fonte do Boi, s/n, Rio Vermelho (3012-3963). R$ 20 e R$ 10. Sexta e sábado, 21h. Até 30 de janeiro.
Caso Sério - Texto: Claudio Simões e Margareth Boury. Direção: Claudio Simões e Celso Jr. Com Andréa Elia e Celso Jr. Retrata encontros entre um homem e uma mulher numa sala de espera de um consultório de psicanálise. Teatro Sesi – R. Borges dos Reis, 9, Rio Vermelho (3535-3020). R$ 30 e R$ 15. Sábado e domingo, 20h. Até 7 de fevereiro.
Cipriano / Meninas de Short e Sem Rosto - Textos de Tássio Ferreira e Cristiane Barreto compõem o Minifestival de Dramaturgia Quatro Cravos Para Exu. As peças são inspiradas em representações de Exu criadas por Mário Cravo Neto. Teatro Gamboa Nova – R. Gamboa de Cima, 3, Aflitos (3329-2418). R$ 5. Quinta a sábado, 19h. Até 27 de fevereiro.

sábado, 9 de janeiro de 2010

THEATRO XVIII POR INTEIRO

Você sabia que existe em Salvador um lugar mágico, onde pretos e brancos, ricos e pobres, comunistas e capitalistas dividem o mesmo espaço? Todos porque gostam, todos porque desejam! Confiram a programação do THEATRO XVIII para Janeiro. Bom apetite!


(FAVOR CLICAR NA IMAGEM AO LADO)

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

CANTA COMPOSITOR!

Grandes compositores da Bahia cantam com Juliana Ribeiro
A intérprete lança o projeto "Cantando Com os Compositores", no qual divide o palco com nomes célebres da literatura musical baiana.
Quatro noites de show, sempre às sextas-feiras do mês de janeiro, no restaurante Tom do Sabor, a partir das 21h30, no Rio Vermelho. A cada semana, dois "mestres do cancioneiro popular" interpretam composições próprias com Juliana Ribeiro.
Músicas de sucesso, inclusive consagradas nacionalmente, serão (re)apresentadas ao público na voz de seus ilustres autores. Entram na roda Edil Pacheco, Jota Velloso, Matheus Aleluia, Walmir Lima, Walter Queiroz, Reginaldo Souza, Roque Ferreira e a convidada especial Gal do Beco, por seu trabalho de divulgação do samba e das obras desses e de muitos outros artistas, que a consideram uma figura emblemática da produção musical baiana.
Mais do que uma homenagem, a cantora chama à atenção para o pouco reconhecimento dos compositores na indústria musical, embora eles tenham canções gravadas por intérpretes conhecidos nacionalmente e impulsionem, principalmente, o Carnaval da Bahia por gerações.
"...é sem dúvida um projeto que agrega respeito à imagem do compositor além de trazer à população um pouco mais sobre sua própria trajetória musical em canções conhecidas nacionalmente e muito apreciadas pelo público baiano", considera Juliana.
A artista será acompanhada por Ricardo Hardmann na percuteria ,Alan São Ricardo percussão e efeitos, Geovana Franco no banjo, cavaquinho e violão, André Tiganá no baixo, Ingrid Steinhagen na flauta transversal e sax.
Produção: Deo Carvalho e Fernanda Félix
Assessoria de Imprensa: Arlon Souza (71) 8219-9993/ arloncarlos@gmail.com / facebook: Arlon Souza.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Pedro Morais - Homenagem à Cartola

O Tom do Sabor recebe de braços abertos o espetáculo "AS ROSAS NÃO FALAM", do interprete baiano Pedro Morais. O Show é uma homenagem merecida e emocionante aos 100 anos de música do grande poeta Cartola. Os shows acontecem nos dias 09 e 16 de janeiro (sábados), às 22h, no Tom do Saber (Pirâmide do Rio Vermelho).

Mou Brasil - "Ainda Estamos Roncando"

Os domingos do Theatro XVIII ganham um novo tempero no mês de janeiro. O guitarrista Mou Brasil apresenta o show Ainda Estamos Roncando, logo após completar 30 anos de carreira. Sempre às 20h, o espetáculo fica em cartaz nos dias 17, 24 e 31 de janeiro e encerra a temporada no dia 7 de fevereiro. Considerado por muitos, um dos artistas mais importantes da sua geração, é definido pelo pianista carioca André Mehmari como um músico que demanda atenção: “Um acorde que desafia, que surpreende, uma melodia que leva para outro lugar, nada comum. Resumindo, sua música tem o tal jenessequá que diferencia um músico de um mero repetidor de notas”. Com uma sonoridade diversificada, Mou Brasil a cada acorde, demonstra ter domínio absoluto sobre o caminho que decidiu trilhar pela música. Sempre em busca de um som universal, apresenta no Ainda Estamos Roncando parte do seu repertório autoral, além de trazer o jazz unido aos estilos brasileiros.
17, 24, 31 de Janeiro e 07 de Fevereiro, sempre as 20h - 5,00 reais - Theatro XVIII (Pelourinho)

Elza Soares & Sambatrônica

&
O Sambatrônica é um grupo baiano que carrega em suas composições a música popular brasileira, inspirada no samba com influências do rock e do funk. Quinta-feira, 14 de janeiro, no Pelorinho (Praça Pedro Arcanjo), será realizado o pre-lançamento do segundo disco do grupo "Aos Que Zelam Pela Alegria No Mundo", com a participação especial da dama do samba brasileiro Elza Soares.
OUÇAM: WWW.MYSPACE.COM/SAMBATRONICA
Maiores informações: 3117-6456 - macacobeleza@gmail.com

Manuela Rodrigues em dose dupla

Foto: Alessandra Nhovais

QUANTO VALE GENTE - THEATRO XVIII
A cantora e compositora Manuela Rodrigues se apresenta no Theatro XVIII, no mês de janeiro, com o show Quanto Vale Gente, resultado do seu segundo disco, com lançamento oficial confirmado para março de 2010. Acompanhada por Tadeu Mascarenhas, Son Melo, Júlio Caldas e Lalo, as apresentações acontecem todas as quartas, sempre às 20h.Com direção e produção de Manuela Rodrigues e Tadeu Mascarenhas, Quanto Vale Gente conta ainda com a co-produção do DJ Mauro Telefunksoul na faixa Barraqueira e do guitarrista Mou Brasil em Por um fio, composta em parceria com o compositor paulista Rômulo Fróes, com quem também divide os vocais.
13, 20 e 27/01 e 03/02/2010, sempre as 20h 5,00 reais Theatro XVIII(Pelourinho).

CABE UM TANTO - TEATRO GAMBOANOVA
A cantora baiana Manuela Rodrigues estreia o show Cabe um tanto, apresentação com formato intimista com releituras de medalhões da MPB como Tom Jobim, Chico Buarque Caetano Veloso e Gilberto Gil. Conhecida por um trabalho autoral diferenciado, voltadas para um repertório inédito, Manuela, pela primeira vez, traz ao palco um repertório de canções que fizeram parte da sua formação musical. Durante a temporada, ela conta com a participação do pianista Saulo Gama e do guitarrista Mou Brasil, entre outros.
10, 17, 24 e 31/01 (domingos), sempre às 17h 5,00 reais Teatro GamboaNova (Aflitos)

CANTO IN VERSO - NO CABARÉ DOS NOVOS


(Click no cartaz e veja informações)

Serviço:
O que: Show do Canto in Verso
Quando: 06, 13, 20 de janeiro de 2010, quartas-feiras
Horário: 20h00
Onde: Teatro Vila Velha, Cabaré dos Novos
Valor: R$20,00 / R$10,00 (meia entrada para estudantes, espectadores com o passaporte do Vila, espectadores com flyer do grupo, cadastrados em orkut e email).

domingo, 3 de janeiro de 2010

Ensaios de verão de Nando Borges

O cantor e compositor volta após as festas de final de ano a realizar os ensaios de verão, sempre com convidados, às terças feiras a partir das 21:30 no B23 LOUNGE MUSIC BAR. Entre os convidados, já dividiram o palco com Nando: J. Velloso, Taize, André Macedo, Keko Pires, Surama, Armandinho, entre outros. Essa semana traremos como convidadas duas cantoras do cenário MPB / Pop: Bruna Barreto e o balaio e Railema Rosas.
ENSAIOS DE VERÃO DE NANDO BORGES
B23 LOUNGE MUSIC BAR - BOULEVARD 161 - 1º PISO - ITAIGARA.
TERÇAS DE JANEIRO - ÀS 21:30 - VALOR: R$20,00.
RESERVAS : 3353.2348

Produção: Rachel Dias - (71) 7811.7118 / 8751.9814

sábado, 2 de janeiro de 2010

Janeiro - Mês da Guitarra Baiana

Júlio Caldas - Guitarrista
Choro Rock no Teatro do Sesi (Rio Vermelho)
Quintas - 07 e 14 de Janeiro - Às 20h Entrada – 10R$ CHORO ROCK Show que traça um panorama da musica popular brasileira com atenção especial ao Choro e suas vertentes onde encontramos uma diversidade de ritmos brasileiros.
Formato elétrico de tocar o Chorinho, com a Guitarra Baiana, Baixo Elétrico, Violões de Seis e Sete Cordas e Bateria, tornando a sonoridade moderna. Misturando Maxixe, Baião, Frevo, Maracatu e etc. Do Rock, usamos a distorção da guitarra e a sonoridade dos pedais como Wha Wha, Phaser, Overdrive e outros.
Característica marcante desse show são os Frevos instrumentais de Guitarra Baiana, que nos ajuda a mostrar a nossa musica Brasileira e Baiana, com toda Maestria possível, procurando resgatar a Sonoride dos Trios Elétricos dos anos 60/70 e passando fortemente pelo repertório do Choro. Trazendo releituras dos grandes compositores, como Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, Armadinho Macedo, Pixinguinha, Ernesto Nazareth, Aroldo Macedo e executando temas autorais.

Ano II - Mostra de Guitarra Baiana e Bandolim pro Abaeté
Terças 12, 19 e 26 na Casa de Musica do Abaeté Entrada livre – 19h O Evento acontecerá durante as Terça Feiras de Janeiro nos dias 12, 19 e 26, sempre às 19h, na Casa da Musica do Abaeté e com entrada livre. A Mostra tem como base o Chorinho, a Guitarra Baiana e o Bandolim. Esse ano a mostra conta com workshops ministrados por Eugenio Nobre dia 12/01 e Julio Moreno dia 19/01 às 16h no mesmo local. Participam:
12 – Eugenio Nobre, Lateral Elétrica, Cássio Nobre.
19 – Alexandre Machado, Fred Menendez, Julio Moreno.
26 – Junior Figueredo, Lucio Ferraz, Armandinho Macedo.
A Mostra conta com a produção do musico Julio Caldas em parceria com a Casa da Musica do Abaeté, a banda Choro Rock acompanha os convidados e é formada por Durval Caldas no Violão, Bruno Rodrigues no Violão de Sete Cordas, Cláudio Diolu no Baixo e Brian Knave na Bateria.