Google+ Followers

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Steve Biko comemora 17 anos no Forte de Santo Antonio

O Instituto Cultural Steve Biko (Icsb), organização não-governamental fundada em 1992 por estudantes e professores do Movimento Negro Baiano, comemora 17 anos amanhã, sexta-feira (dia 31.07.2009), a partir das 18h30, no Forte de Santo Antônio (Lgo de Sto. Antônio, 3117-1488, 3117-1492), construção militar situada no Centro Histórico de Salvador (CHS) originária do século 17, administrada e restaurada pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia, autarquia da secretaria estadual de Cultura (Secult).
A ONG, que é referência na luta contra as desigualdades sociais, lança nesse evento o ‘Manual de Direitos Humanos e Anti-Racismo para Jovens’. Calcula-se, hoje, que a ação do Icsb é responsável pelo ingresso de 1.000 estudantes no Ensino Superior. O lançamento, que acontece na Galeria dos Mestres de Capoeira do Forte será seguido de palestra e apresentações artísticas. O Icsb iniciou, desde 2001, o ‘Projeto de Formação de Jovens em Direitos Humanos e Anti-Racismo’ em parceria com a Secretaria Nacional de Direitos Humanos com o objetivo de promover participação ativa de jovens. Com a parceria registraram-se idéias e experiência no ‘Manual’. Em 2007, com o Fundo Brasil de Direitos Humanos, atualizaram o manual que é lançado agora.
O Icsb recebeu o nome do líder sul-africano Banco Stephen Biko, principal idealizador do Movimento de Consciência Negra. Foi fundado em Salvador, a 31 de julho de 1992, por professores e estudantes afro-brasileiros que, de forma pioneira, criaram o primeiro curso pré-vestibular voltado para negros no Brasil. Ao longo de 15 anos, o Icsb desenvolve atividades no campo político e educacional visando políticas públicas de combate as desigualdades raciais. Em 1999 o Icsb ganhou o Prêmio Nacional de Direitos Humanos. Até 2012 o Icsb pretende se tornar uma instituição de nível superior. Dentre os projetos do Icsb, estão o ‘Pré-vestibular’, voltado para estudantes negros de baixa renda, o programa Oguntec com ações de Ciência e Tecnologia, o projeto de formação em Direitos Humanos e o de inserção de jovens em carreiras do setor público e terceiro setor.
Forte - Localizado na Praça Barão do Triunfo, mais conhecida como Largo de Santo Antônio, no bairro de Santo Antônio Além do Carmo, no CHS, o Forte é administrado pelo IPAC. No local do Forte, foram construídas na segunda metade do século XVII, as primeiras trincheiras de proteção militar, quando este formava o limite norte do subúrbio da cidade. A fortificação defendia os vales vizinhos e o caminho da Água Brusca em direção às praias de Itapagipe. Edificação prejudicada por grandes mutilações e acréscimos realizados a partir da primeira metade do século XIX, ela hoje está restaurada e tombada como Patrimônio Cultural da Bahia, também através de dossiê do IPAC, inserida, ainda, na poligonal de tombamento nacional do IPHAN.
Informações:
George Roque Braga Oliveira - Gestor Administrativo - adm@stevebiko.org.br

quarta-feira, 29 de julho de 2009

segunda-feira, 20 de julho de 2009

LANÇAMENTOS NO CEPAIA

Lançamento do Guia de Luta contra a intolerância religiosa e o racismo
Lançamento do DVD Ojuobá (I Caminhada pela Liberdade Religiosa Eu tenho fé!)

Prezados Leitores, O Centro de Estudos dos Povos Afro - Índio Americanos - CEPAIA, tem a honra de convida-los para Lançamento do Guia de Luta contra a intolerância religiosa e o racismo e do DVD Ojuobá (I Caminhada pela Liberdade Religiosa Eu tenho fé!), organizada pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa e o Fórum de Diálogo Inter-religioso, do Rio de Janeiro.

O evento será realizado no dia 31/07 às 14:30h no CEPAIA, localizado no Largo do Carmo, 4 - Centro Histórico. INFORMAÇÕES: (71) 3241-0787 / 0811 Janaina Costa

sexta-feira, 17 de julho de 2009

ABDIAS NASCIMENTO - Indicado Prêmio Nobel da Paz 2010

A INDICAÇÃO DE ABDIAS NASCIMENTO

A atual conjuntura internacional favorece a candidatura brasileira e o nome de Abdias Nascimento tem peso singular na área dos direitos humanos e da diversidade.
A iniciativa, junto ao Comitê Nobel
O Professor Clóvis Brigagão, cientista político e estudioso dos processos de paz e das relações internacionais, é diretor do Centro de Estudos das Américas da Universidade Candido Mendes. No mês de junho, passado, quando se encontrava em Oslo, como Fellow do Instituto Nobel da Paz, entregou pessoalmente sua indicação do professor Abdias Nascimento para o Prêmio Nobel da Paz de 2010.Contamos com seu apoio nesta indicação
Aquele/a que apóia a indicação,deve fazer um endosso formal, junto ao Comitê do Prêmio Nobel da Paz, para fortalecer a candidatura de Abdias Nascimento.
Quem pode apoiar, de acordo com as regras do Comitê:
De acordo com as regras do Comitê do Prêmio Nobel da Paz http://nobelpeaceprize.org , são válidas as indicações e os endossos podem ser feitos pelas seguintes pessoas: - Membros de parlamentos nacionais e de governos nacionais, e membros da União Inter-Parlamentar; - Reitores de universidades e professores universitários de História, Ciências Sociais, Política, Filosofia, Direito e de Teologia, bem como Diretores de Institutos de Pesquisa da Paz e de Institutos de Relações Internacionais;
Como apoiar:
Escrevendo uma carta de endosso e enviando por Correio.
Ainda deve ser enviado, junto com a carta de endosso:
* Cópia da carta do Professor Clóvis Brigagão, com a referida indicação;
* Cópia do curriculum vitae e da produção do Professor Abdias Nascimento, que justifique ser agraciado com o Nobel.
PARA MAIORES INFORMAÇÕES:
IPEAFRO
Rua Benjamin Constant, 55 / 1101
Rio de Janeiro, RJ
20241-150

sábado, 11 de julho de 2009

SEXTAS DE JULIANA RIBEIRO

Após nove anos de carreira, Juliana Ribeiro lança seu primeiro trabalho solo no formato EP (Extended Play), traduzindo sua pesquisa sobre a trajetória do samba e da música popular.
As seis canções gravadas são: “Beira de Maré” e “Quem Vê?” de sua autoria em parceria com Tito Fukunaga e Gil Meireles; “Isto é Bom” de Xisto Bahia; “Ascendo o Luar” de Tito Fukunaga e Marcos Sampaio; “Lição de Vida” de Reginaldo Souza e “Batuque na Cozinha” de Martinho da Vila e João da Baiana, e fazem parte do seu mais novo show que foram estreado no Teatro SESI e segue para o TOM DO SABER (Pirâmide Rio Vermelho). Confiram:

segunda-feira, 6 de julho de 2009

QUARTAS DE ANA PAULA ALBUQUERQUE

Ana Paula Albuquerque: Assim como ela é
A cantora Ana Paula Albuquerque volta a apresentar o show Assim como ela é, em Salvador, nos dias 08 e 15/07 (quartas-feiras), 22h no Tom do Sabor (Rio Vermelho). Após fazer duas apresentações do show em São Paulo, no All of Jazz e no Ao Vivo Music, Ana Paula volta a Salvador com o show que valoriza a música afro-baiana mesclada à sua formação jazzística e erudita, que a possibilita explorar texturas, timbres e formas musicais amplas.
No repertório figuram nomes como João Donato, Milton Nascimento, Chico Buarque, além de compositores baianos como Batatinha, Caetano Veloso, Dorival Caymmi, Ivan Bastos, Ivan Huol, Gilberto Gil, Mateus Aleluia e Roberto Mendes. Acompanhada pelos músicos Paulo Mutti (guitarra e violão), Marcus Sampaio (baixo), Ivan Huol (bateria) e Gabi Guedes (percussão), Ana Paula ainda contará com participação de artistas locais. Radicada em Salvador há 14 anos, Ana Paula é uma das grandes revelações da música vocal baiana, reconhecida como Melhor Interprete Vocal em importantes premiações do cenário baiano como o Festival de Música Educadora (2003 e 2008) e na indicação ao Troféu Caymmi (2004).
Ana Paula tem contribuído com a interação e o intercâmbio musical entre Bahia e São Paulo, onde, desde Agosto de 2008, tem se apresentado e se consagrado no cenário jazzístico dessa cidade. As idas de Ana Paula para São Paulo têm sido estimuladas pelo cantor e compositor Filó Machado, que sempre se faz presente e participa das apresentações. Além de Filó, Ana Paula já cantou com outros artistas de destaque no cenário paulistano e com os baianos Nengo Vieira e Ione Papas.
SERVIÇO: O que – Assim como ela é – show de Ana Paula Albuquerque Quando – 08 e 15/07 (Quartas-feiras), 22h Onde – Tom do Sabor (Rio Vermelho) Quanto – R$15
PARA OUVIR ANA PAULA ALBUQUERQUE www.myspace.com/anapaulaalbuquerque