Google+ Followers

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Festival Internacional de Teatro em Salvador

27/outubro às 19h
SADE de Gil Vicente Tavares
Numa abordagem contemporânea sobre aspectos da vida tumultuada do Marquês de Sade, a peça de Gil Vicente Tavares mostra, de forma ousada e com estrutura não-linear, faces pouco notadas do libertino que viveu no período do “Regime de Terror” francês, em consonância com os “absurdos” e “imoralidades” de sua época. Temas como perversão, abuso de poder, hipocrisia das classes dominantes, taras sexuais, loucura e injustiças sociais se enredam numa teia das relações de domínio, submissão, inveja e apaixonamento.
Direção: José Jackson

28/outubro às 19h
NAMÍBIA, NÃO! de Aldri da Anunciação
Namíbia, não! de Aldri da Anunciação, mostra dois primos negros, ou de “melalina acentuada”, acuados num apartamento, na iminência de serem deportados para a África; trata-se de uma medida provisória do governo brasileiro, que obriga todos os descendentes africanos a retornarem a seu continente de origem. Esta inusitada situação, com toque de ácido humor, nos coloca de maneira não-panfletária, cara a cara  com  um  problema sempre delicado e urgente que perpassa de maneira sutil em nossa  sociedade: a segregação racial.
Direção: Fernanda Júlia

29/outubro às 19h
SOBRE OS PALHAÇOS NA VARANDA de Diego Pinheiro
Teatro do absurdo ou comédia existencialista? Tragicomédia contemporânea ou dramaturgia de situações? Não importa! O texto Sobre os Palhaços na varanda, de Diego Pinheiro, nos apresenta de maneira insólita, metafórica, lírica e absurdamente cômica a vida de um casal de velhinhos - marcada pela acidez do desgaste das relações - que não encontra motivos para rir. Mas, dizer isso é reduzir por demais a dimensão humana da peça. É melhor que cada leitor/espectador tire suas próprias conclusões.
Direção: Marcelle Pamponet

Leituras Dramáticas – Fiac Bahia 
27, 28 e 29 de outubro, às 19 horas


Local:
Salão Nobre
Endereço:
Rua Carlos Gomes, nº 57 – Centro, Salvador/BA
Informações:
(71) 3421-4200      

Duração:
45 minutos
Capacidade:
80 lugares
Acesso:
Gratuito até o limite de acomodação do espaço;
Classificação etária:
Indicado para maiores de 18 anos

Realização:
Realejo Produções Culturais

Um comentário:

Gil Vicente Tavares disse...

As leituras serão na Caixa Cultural, Carlos Gomes!