Google+ Followers

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

|TEATRO JORGE AMADO| Programação


PROGRAMAÇÃO NOVEMBRO 2012
15 ANOS MOVIMENTANDO A CENA DE SALVADOR


   07 Conto – a comédia – ÚLTIMAS SEMANAS
  Sábados às 20 h e Domingos às 19 h (até 18/11)
  Ingressos: R$50 (inteira) e R$25 (meia)
  Classificação: 16 anos

Espetáculo despede-se de Salvador comemorando 07 anos de sucesso

O ator baiano Luís Miranda volta a encenar em Salvador o espetáculo “7 Conto – A Comédia”, com direção de Ingrid Guimarães. A temporada começa dia 04 de Agosto, aos sábados e domingos. Em 2012 o espetáculo comemora sete anos de sucesso de crítica e público, o que confere um sabor todo especial a essa temporada! 
“7 Conto – A Comédia” é um espetáculo que aponta, de uma maneira bem humorada, as diferenças do Brasil através de sete personagens engraçados. Com contextualizações inéditas e figurino novo criado pela estilista Kitty Cohim, Luis traz ainda mais uma novidade para essa temporada: o público que for assistir à peça poderá comprar camisetas do espetáculo criadas pelo estilista Alexandre Herchcovitch.
A platéia soteropolitana poderá matar a saudade de Queixada, o guardador de carros doublé de filósofo; de Dona Edite, a líder comunitária sem papas na língua; de Caroline, a garotinha negra sem ícones na TV; do rapper ricaço MC Dollar; do sensacionalista apresentador do programa Brasil Elite, Detona, além de se divertir com as viagens mundo afora da socialite Sheila e com as trapalhadas da Vovó Arminda.
O espetáculo já reúne mais de 1 milhão de expectadores pelo Brasil afora, com apresentações lotadas em todas as capitais brasileiras, além de diversos municípios do interior.

--------------------------------------------------------------------------

CAJU.jpg

Tributo ao Poeta – A Ideologia de Um Exagerado
Única apresentação:  08/11 às 20h
Ingressos: R$60 (inteira) e R$30 (meia)
Até a véspera promoção preço único para todos: R$30,00
Classificação: 16 anos

Em homenagem aos 30 anos de Rock no Brasil (1982), será realizado em 08 de Novembro 2012 em única apresentação no Teatro Jorge Amado (Pituba), um espetáculo sobre a trajetória de um dos principais nomes da música popular brasileira na época (Década de 80), que encantou o Brasil com sua voz rouca e canções apaixonadas, e que marcou sua geração transformando-se num ícone de rebeldia e romantismo.
Morto em Julho 1990 vítima da AIDS, o cantor e compositor Cazuza conseguiu chegar ao extremo das possibilidades e transformar cabeças e gêneros, levando sua música e poesia num exótico estilo "meio bossa-nova e rock and rool".

O espetáculo "Tributo ao Poeta - A Ideologia de um Exagerado" traz uma temática de misturas de talentos e ideologias, pois não trata-se de um show com banda cover já que as músicas serão apresentadas em som mecânico (playback), sendo possível ouvi-las em formato original de quando foram gravadas na época com a voz do próprio cantor (Cazuza), inicialmente no grupo Barão Vermelho e posteriormente na carreira solo, com o intuito de causar no público a sensação de estar assistindo ao vivo o próprio Cazuza atuando em palco.

Além disso, o espetáculo conta com um grupo de bailarinos e músicos que estudam na UFBA, além de um grupo de teatro de rua que em suas exibições também representam malabares, toxas de fogo, palhaço, etc...

Será uma narrativa sobre a vida de Cazuza contada em 2 horas , intercalando com 25 músicas em 6 atos, onde em cada ato se contará e se desenrolará um enredo sobre a história da música, desde o início da bossa-nova no Brasil em 1958 (mesmo ano de nascimento de Cazuza), passando pela sua infância e adolescência doce e rebelde, pelo início e formação da Banda "Barão Vermelho" no início dos anos 80, pela carreira solo após saída da banda, pela descoberta da doença (AIDS) em 1985, pela sua luta contra a doença e pela sobrevivência já fazendo shows debilitado pelo Brasil, até finalmente o uso de cadeira de rodas pelo avançado estágio da doença em que se encontrava em 1989 e consequentemente a perda da batalha pra morte em 1990.

O show conta com efeitos especiais, telão de led, cenário, grupo de dança, coreografia, música, grupo de teatro, imagens de época intercaladas com imagens atuais, maquiagens e figurinos de época, além de músicas pouco conhecidas do público como num dueto de "Cazuza e Fagner", etc...

Cartaz-A3-Pluft-02.jpg
  PLUFT, O FANTASMINHA
  ÚNICAS APRESENTAÇÕES
  17 e 18/11
  Sábado e Domingos às 11 h e às 16h
  Ingressos: R$50 (inteira) e R$25 (meia)
  Classificação: LIVRE
    Crianças até 3 anos não pagam ingresso sentando-se no colo dos pais ou responsáveis

A  Rogério Sivestre Produções  está trazendo a Salvador o clássico da dramaturgia infantil, PLUFT, O FANTASMINHA, de Maria Clara Machado. Pluft,o fantasminha que tem medo de gente mas cria coragem e vira um herói em defesa da menina Maribel, neta do Capitão Bonança Arco-Íris, ameaçada por um marinheiro de maus bofes, o Pirata Perna-de- Pau. No meio da confusão, quem não perde a calma é a Mamãe Fantasma, antiga fantasma de ópera, que vive na cozinha fazendo deliciosos pastéis de vento e falando ao telefone com a prima Bolha. Já outro membro da espectra família, o tio Gerúndio, ao saber dos perigos que corre Maribel, chama os velhos fantasmas de navio para ajudar. Afinal, tudo se resolve com auxilio de três bons e atrapalhados marujos, revoltados com a malvadeza do Perna-de-Pau.
É uma obra que estimula a imaginação infantil, num texto divertido e movimentado. A história de Pluft, o Fantasminha começa com o seqüestro da menina Maribel pelo bandido Perna-de- Pau, que a prende no sotão de uma velha casa abandonada, habitada por Pluft e sua família fantasma. Ao ficar amigo de Maribel, Pluft acaba descobrindo a sua própria identidade. E aprende a vencer o medo do outro diferente, no caso, de gente, que ele nem acreditava que existisse. Com graça e leveza, Maria Clara Machado convida crianças e adultos a investigarem as inquietações de todos aqueles que um dia já tiveram medo de crescer.
"Mamãe, gente existe?" - Quando Pluft  fez essa pergunta pela primeira vez, em 1955, no palco do Tablado, no Rio de Janeiro, o teatro infantil no Brasil ganhou o seu primeiro clássico, consagrada como obra-prima, que o tempo continua premiando com sucesso de público e crítica.

15 ANOS.jpg

                     
Teatro Jorge Amado - Espaço Calasans Neto
Av. Manoel Dias da Silva, 2177 - Pituba  Salvador-Ba
(71) 3525-9720 (ADM)  3525-9708 (BILHETERIA)
Horário de funcionamento da bilheteria:
Quarta a Quinta feira das 14 às 20h
Sexta feira e Sábado das 14 às 22 h
Domingo das 14 às 21 h

Nenhum comentário: