Google+ Followers

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

GOSTA DE TEATRO? ENTÃO VÁ!

DESTAQUE:  "ÁFRICAS" 
Sala Principal do Teatro Castro Alves (TCA) com ingressos (inteira) a R$ 1,00 - 17/10 (Domingo)
Áfricas – Pela primeira vez na trajetória do Bando de Teatro Olodum, a África e todo seu repertório cultural são apresentados para o público infanto-juvenil, trazendo à cena o continente africano, através da sua história, seu povo, seus mitos e religiosidade. A peça aborda o universo mítico africano em uma tentativa de suprir a escassez de referênciais africanos no imaginário infantil, povoado de fábulas e personagens eurocêntricos. Assim, desfila no palco personagens que revelam o modo de ser do povo africano, as formas de se relacionar com a natureza e com o sagrado e os traços que unem o Brasil, em especial a Bahia, ao continente negro. Mas não uma África singular, com as imagens estereotipadas de animais selvagens, doenças e fome. E sim, um continente complexo, formado por mais de 50 países e centenas de dialetos e povos com histórias diferenciadas, formas de resistência e sobrevivência e um rico modo de se relacionar com o sagrado. Enfim, a África no plural.
"Queremos proporcionar um encantamento com a África, sua história e cultura e despertar a curiosidade de todos em conhecer mais sobre este imenso continente tão importante para o Brasil", afirma a diretora Chica Carelli. Fundadora do Bando de Teatro Olodum. Chica não está sozinha. "Áfricas" possui um time de profissionais carimbados, como o coreógrafo Zebrinha, o diretor musical Jarbas Bittencourt, que criou músicas especiais para o espetáculo, os iluminadores Rivaldo Rio e Fábio Espírito Santo e Zuarte Júnior, responsável pelo figurino e adereços, com muitas cores e elementos do cotidiano africano. O elenco participa de todo o processo de criação, desde a dramaturgia. Os atores e atrizes participaram de uma oficina de adereços ministrada por Zuarte Júnior e Júlio Maya e uma oficina de Xequerê, instrumento tradicional africano, ministrada por Daniel Souza.

-----------------------------------------------------

Orixás Center em Cena - Com Cleide Vilela, José Jackson, Márcia Lima e Thiago Carvalho. Peça questiona a noção do amor ao revisitar o ritual do casamento, no qual as coisas que se inserem nela (vestidos, festas, comidas) parecem ser mais importantes do que o fato de duas pessoas experimentarem um ritual de transição.  Orixás Center– R. Clóvis Spínola, 40 (8848-0150). R$ 10 e R$ 5. Gratuito para quem estiver vestido de branco.  Sexta e sábado, 12h. Até 30 de outubro.

A Gente Canta Padilha - De Armindo Bião. Trata da possível transformação de uma personagem espanhola, Doña María de Padilla, na entidade da umbanda brasileira contemporânea, Maria Padilha.  Teatro Matim Gonçalves – R. Araújo Pinho, 292, Canela (3283-7851). R$ 5. Sexta a domingo, 20h. Até 17 de outubro.

Os Enamorados - Direção: Antonio Fábio. Texto: Carlo Goldoni. Com Will Brandão e Luisa Prosérpio. A comédia mostra o amor mal entendido que une Eugênia e Fulgêncio numa relação intensa que transforma paixão em sofrimento. Sala do Coro do Teatro Castro Alves – Pç. Dois de Julho, s/n, Campo Grande (3117- 4889). R$ 20 e R$ 10. Sexta, sábado e domingo, 20h. Até 17 de outubro. 

Fonte: Jornal A Tarde

Nenhum comentário: